Costa Berranteiro: OS ESTRANGEIROS NO PANTANAL E A VIDA DOS MORADORES

OS ESTRANGEIROS NO PANTANAL E A VIDA DOS MORADORES


Dicionário Brasileiro da Língua Portuguesa o estrangeiro ou que não se considera como tal, sentindo-se alheio, estranho; ádvena, forasteiro. 1 Pessoa que não é natural do país onde se acha ou vive, e de cuja cidadania não goza. 2 Conjunto de todos os países, exceto aquele onde se nasceu.
As comunidades tradicionais ribeirinhas Barra de São Lourenço e Amolar situadas no entorno do PARNA Pantanal são diferenciadas em relação a ocupação do espaço e meios de sobrevivência, são formadas por pessoas que vivem durante anos nessa região e há gerações, numa dinâmica de vida e historicidade marcada pelo ciclo ...
O homem pantaneiro descende dos bandeirantes e dos garimpeiros que, no século 18, viajavam em canoas, através dos rios Tietê, Paraná e Paraguai, desde o interior de São Paulo, em direção às minas de metais preciosos da região de Cuiabá.
Google+